POLITICA de Navegação com Cookies

Ao navegar nesse sitem voce aceita que coletemos seus dados de Navegação para armazenarmos em cookies que usamos para melhorar sua Experiência de Navegação seus dados serão armazenados apenas no momento da sua Navegação na Pagina e não serão usados para nenhum outro fim, ao sair do site seus dados serão eliminados.

Aceito
Hizunome Bettero durante o CBSurf Pro Tour Ubatuba - Foto: Munir El Hage

Surfe

Brasil Surf Tour 2022 em contagem regressiva

Por: Redação
Aug. 3, 2022, 7 a.m.

Na foto de Munir El Hage, o ubatubense Hizonome Bettero

O Brasil Surf Tour (BST) entra em contagem regressiva para colocar em ação sua primeira etapa na Praia de Maresias, em São Sebastião, São Paulo, entre os dias 5 a 7 de agosto. Para os atletas da casa, o somatório da pontuação obtida nas etapas paulistas, servirá para definir a campeã e também o campeão Profissional de Surf de São Paulo de 2022.
Será a primeira vez na história do surfe profissional paulista que uma mulher será campeã da modalidade. O título será definido após a realização da última etapa paulista, em Ubatuba (11 a 13 de novembro), em Praia Grande.
Os títulos profissionais paulistas se tornaram possíveis graças a parceria entre a SPSurf e a organização do Brasil Surf Tour. Os atletas serão ranqueados, tendo como base a pontuação obtida nas duas etapas que acontecerão em São Paulo.
Ainda existem algumas vagas, interessados devem enviar e-mail para bst.sympla@gmail.com
Nomes como Daniel Adisaka, Marcos Corrêa, Wiggolly Dantas, Hizunome Bettero, Alex Ribeiro, Flávio Nakagima e Alan Jhones, estão confirmados. No Feminino, figuram Monik Santos, Júlia Duarte, Jéssica Bianca, Júlia Santos, Kemily Sampaio, Yasmin Neves e Suelen Naraisa.
O último título disputado no Estado foi em 2019, e o ubatubense Hizunomê Bettero foi o grande campeão, onde também sagrou-se tricampeão estadual. Na ocasião, o evento aconteceu na Praia Grande, e Hizu superou Douglas Silva e Igor Moraes, na final.
Ao todo estão previstos a participação de 96 atletas na categoria masculina e 32 na Feminino. O BST distribuirá o valor de 160 mil reais aos competidores, sendo 80 mil por etapas paulistas.

Fonte: SPSurf Comunicação