POLITICA de Navegação com Cookies

Ao navegar nesse sitem voce aceita que coletemos seus dados de Navegação para armazenarmos em cookies que usamos para melhorar sua Experiência de Navegação seus dados serão armazenados apenas no momento da sua Navegação na Pagina e não serão usados para nenhum outro fim, ao sair do site seus dados serão eliminados.

Aceito
- Foto: Ernesto Zamnon

Obras na BR-101

CCR prevê finalização das obras no km 33 da Rio Santos, em Ubatuba

Danos na pista foram causados pelas fortes chuvas do início de abril

Por: Redação
May 7, 2022, 9 a.m.

 

As equipes de engenharia e de obras da Concessionária CCR RioSP devem concluir, na próxima semana, os trabalhos de recuperação definitiva de parte da pista que cedeu no km 33,6 da BR-101 (Rio-Santos), em Ubatuba – região de Itamambuca. O local, que fica na região norte do município, foi um dos mais atingidos pelas chuvas do início do mês de abril, ocasião em que a rodovia chegou a ter mais de 15 pontos de interdição (total e/ou parcial), principalmente, devido a ocorrências de deslizamento de massa e ruptura de faixa.
De acordo com a Concessionária, na próxima semana deve ser concluída a execução da base e sub-base, que são estruturas que antecedem a aplicação da capa asfáltica, e aplicação do pavimento. Na sequência, será feito o sistema de drenagem (meio-fio) para o escoamento da água da chuva. Por fim, a equipe de conservação fará a sinalização horizontal e implantação de dispositivo de segurança (defensa metálica). Em caso de chuva, os trabalhos podem ser adiados ou interrompidos.
Diante deste cenário, a CCR informa aos motoristas que trafegam pelo local que o tráfego no km 33,6 permanece no sistema pare e siga. É imprescindível que a continue a ser respeitada. Outra recomendação é redobrar a atenção ao passar pelo trecho em obras.
Os demais trechos da BR-101 funcionam normalmente, pois a interdição total no km 4 foi liberada no dia 12 de abril.

Mais sobre os serviços
As obras no km 33,6 tiveram início no dia 18 de abril. Inicialmente a concessionária reconstruiu o aterro danificado com aplicação de calda de cimento para impermeabilizar o local e evitar o avanço da erosão. Também foram realizadas escavações na crista do talude para suavizar a parte mais íngreme da erosão. Por fim, ocorreu o preenchimento e recomposição da área danificada pela chuva, com aplicação de rachão para, na sequência, o pavimento ser refeito.

Relembre o caso
Ubatuba sofreu com a forte incidência de chuvas registradas no litoral norte do estado de São Paulo e litoral sul do estado do Rio de Janeiro nos dias 31 de março, 1 e 2 de abril de 2022.
Nestes três dias de precipitações acima da média, o município de Ubatuba registrou, em vários de seus pluviômetros, quase 600 mm de chuva que, somadas aos fortes ventos e ressacas marítimas, agravaram a situação em toda a cidade. Entretanto, as regiões norte e central foram as mais atingidas.
Estradas foram parcial e totalmente interditadas e algumas comunidades ficara totalmente ilhadas, com acesso apenas aéreo e marítimo. A prefeitura decretou estado de Emergência a fim de mobilizar as esferas estadual e federal no apoio com recursos para minimizar esses impactos.

Saiba mais em:
https://www.ubatuba.sp.gov.br/noticias/relatoriochuvas/

Fonte: Secretaria de Comunicação / PMU