POLITICA de Navegação com Cookies

Ao navegar nesse sitem voce aceita que coletemos seus dados de Navegação para armazenarmos em cookies que usamos para melhorar sua Experiência de Navegação seus dados serão armazenados apenas no momento da sua Navegação na Pagina e não serão usados para nenhum outro fim, ao sair do site seus dados serão eliminados.

Aceito
- Foto: Divulgação

Fiscalização

Secretaria de Turismo de Ubatuba fiscaliza Trilha das Sete Praias

Iniciativa faz parte de operações de fiscalização previstas durante a temporada

Por: Redação
Jan. 7, 2022, 8 a.m.

 

A Secretaria de Turismo de Ubatuba (Setur) promoveu uma ação de fiscalização na trilha das 7 praias no final do mês de dezembro. A iniciativa aconteceu em parceria com a Polícia Militar, Polícia Militar Ambiental, Guarda Civil Municipal, equipe de fiscalização de posturas e um representante da categoria de Guias de Turismo credenciados do município, Filipe Cassuci.
O foco principal da operação foi orientar os visitantes sobre a lei de proibição de acampamentos nas praias, alertar para a atuação de pessoas que conduzem visitantes como Guias de Turismo sem o devido credenciamento que o Ministério do Turismo exige bem como sobre as vendas de passeios para atrativos da cidade por meio de agências ilegais.
“A Secretaria de Turismo agradece a participação dos Guias de Turismo e Agências de Turismo legalizadas da cidade, que colaboram constantemente com informações e atuação ética para a promoção do Turismo Sustentável em Ubatuba”, destacou a secretária adjunta da pasta, Jaqueline Dutra, que acompanhou e participou da operação.
Para saber mais sobre Agências e Guias de Turismo credenciados, tirar dúvidas e procurar sugestões que atendam o que está sendo planejado, o interessado pode entrar em contato com o Centro de Informações Turísticas (CIT) da Secretaria de Turismo de Ubatuba pelo telefone (12) 3833-9123 ou pelo endereço eletrônico cit@ubatuba.sp.gov.br
Vale destacar que a profissão de Guia de Turismo é reconhecida em âmbito federal- lei 8623/93 e o exercício ilegal da profissão é crime, conforme artigo 47 do decreto de lei nº3688/41. Caso alguém seja flagrado nestas condições será conduzido à delegacia da cidade.

Fonte: Secretaria de Comunicação / PMU