- Foto: Divulgação / PMC

Caraguatatuba

Com segurança, voluntários de Caraguatatuba se unem para doar sangue em São José dos Campos

Por: Redação
July 29, 2020, 7 a.m.

 

Por causa do inverno e das férias escolares muita gente deixa de doar sangue. Com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o problema se agravou. Agora, o grande desafio é convencer as pessoas a doarem sem preocupações com a doença.
Mas um grupo de voluntários decidiu driblar o inverno, as férias e, principalmente, a Covid-19. Por isso, nesta sexta-feira (31), 15 pessoas sairão do município rumo à unidade do Serviço de Hematologia e Hemoterapia (SHH) de São José dos Campos para doar sangue.
O transporte, cedido pela Prefeitura de Caraguatatuba, tem capacidade para 30 passageiros. Contudo, serão transportados apenas 15, ou seja, 50% da capacidade total do micro-ônibus para evitar aglomerações e dar mais segurança aos doadores. Importante ressaltar que no dia da ação todos os voluntários deverão estar com máscara de proteção durante a viagem e no momento da doação.
Segundo Fabiana Nogueira, idealizadora da ação, “ainda existem sete vagas disponíveis e qualquer pessoa pode participar”. Para isso, é necessário que a pessoa entre em contato pelo telefone (12) 99198-8701. O horário da partida e o local de encontro ainda serão definidos.
Doar sangue é coisa séria! Diante disso, é preciso estar ciente quanto aos requisitos básicos. São eles:
* Estar em boas condições de saúde.
* Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (para menores de 18 anos, verificar no site os documentos necessários e formulários de autorização).
* Pesar, no mínimo, 50kg.
* Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas) e alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação e, no caso de bebidas alcoólicas, 12 horas antes).
* Apresentar documento original com foto recente (que permita a identificação do candidato), emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social ou Carteira de Habilitação).
Além dos requisitos, existem diversos fatores que impossibilitam a doação de sangue. Eles podem ser classificados como impedimentos temporários e definitivos.
Entre os impedimentos temporários estão:
* Resfriado: aguardar sete dias após desaparecimento dos sintomas.
* Gravidez.
* Intervalo de 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.
* Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses).
* Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem à doação.
* Tatuagem nos últimos 12 meses.
* Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses.
* Febre amarela recente, vacina para febre amarela e viagens para países com risco de doenças transmissíveis.
Os impedimentos definitivos são:
* Hepatite após os 11 anos de idade.
* Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, Aids (HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e doença de Chagas.
* Uso de drogas ilícitas injetáveis.
* Malária.

Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba