Praia de Itamambuca - Foto: Divulgação

Editorial

E Ubatuba?

Por: Melissa Schirmanoff
July 25, 2020, 7 a.m.

 

A Prefeitura de Caraguatatuba estimando um movimento intenso de turistas e veranistas neste final de semana em praias da cidade solicitou apoio das autoridades estaduais na fiscalização de aglomerações durante o final de semana. No pedido, a administração pede apoio da Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Estadual e Vigilância Sanitária do Estado.

 A conclusão se deve pelo fato de ser feriado municipal em São José dos Campos na próxima segunda-feira (27/07), em comemoração aos 253 anos de emancipação político-administrativa. Com isso, muitos residentes da cidade do Vale do Paraíba devem se dirigir ao Litoral Norte.

Outra iniciativa da prefeitura de Caraguatatuba adotada nesta semana e amplamente noticiada é que por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana e Proteção ao Cidadão, oficializou a empresa Praiamar Transportes, concessionária do transporte público no município, para que recoloque, imediatamente, todos os 50 veículos em circulação nas ruas. O objetivo é atender a demanda de usuários que voltaram a trabalhar após o avanço de fases no Plano São Paulo devido à Covid-19.

Por meio da Secretaria de Serviços Públicos, a Prefeitura de Caraguatatuba está focada há mais de 120 dias em higienizar espaços públicos ao redor do município, com o intuito de frear o contágio do novo coronavírus (Covid-19). O trabalho é realizado em parceria com a Sabesp, que está fornecendo caminhões-pipas e a solução de hipoclorito de sódio, usado na higienização. Há até especialistas que contestam a eficácia deste tipo de ação no combate à disseminação da doença, porém os munícipes se sentem mais seguros e confiantes com esse tipo de ação e a aprovam até porque não implica em gasto público oneroso.

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Centro de Caraguatatuba destinada pela Secretaria Municipal de Saúde ao atendimento e tratamento de pacientes suspeitos ou com a Covid-19 recebeu um reforço de mais 10 respiradores novos do Governo do Estado de São Paulo. Agora a UPA Centro está com 80 leitos de emergência, sendo 22 com respiradores.

Na UPA Sul, no bairro Perequê-Mirim, há um espaço específico para casos de Covid-19 e síndrome gripal, com isolamento de pacientes e leitos com três respiradores, além de atender as ocorrências de rotina. E a UPA Norte conta com a mesma estrutura e leitos com dois respiradores. O município conta ainda com mais 39 leitos criados pela Prefeitura de Caraguatatuba na Casa de Saúde Stella Maris, especificamente para atender pacientes vítimas do novo coronavírus. São sete leitos de UTI, 20 de Enfermaria Adulta e 12 de Enfermaria Infantil. E ainda com 20 leitos de UTI no Hospital Regional do Litoral Norte e outros 10 de Enfermaria para o tratamento da Covid-19. O grande detalhe de todo esse aparato em combate à Covid-19 em Caraguatatuba é que todos os esforços e investimentos não são temporários. Todas ficarão para sempre na cidade, não são leitos somente para o período de pandemia como o Hospital de Campanha montado no Centro de Convenções “Alfredo Bischof” em Ubatuba.

Várias outras ações entre solidárias, fiscalizadoras, preventivas e de interesse público são anunciadas pela administração pública de Caraguatatuba que ao nos serem enviadas, divulgamos em nossas redes sociais e em nosso site tal como o faz todos os demais veículos de comunicação da região.

Da mesma forma acontece em São Sebastião: ao mesmo tempo em que a administração anuncia ações em prol do combate à disseminação da Covid-19 como por exemplo, aumento da testagem em grupos segmentados da economia local como ambulantes, hoteleiros e comerciantes, continua com as ações de fiscalização no comércio e pontos de aglomeração de pessoas em diversos bairros da cidade com o apoio das forças de segurança, serviços públicos e equipes de saúde, a Divisão de Fiscalização de Posturas, vinculada à Secretaria da Fazenda (SEFAZ), já realizou 2.500 diligências desde o último dia 23 março, com 104 denúncias apuradas, 43 estabelecimentos não essenciais interditados, 54 notificações expedidas e 12 alvarás suspensos por desrespeito ao horário de funcionamento e protocolos setoriais.

Também anuncia a conclusão de obras e outros investimentos que prometem melhorias aos moradores e turistas no pós-pandemia e que também divulgamos em nossas redes sociais e em nosso site a fim de que inspire outros governantes e informe nossos leitores a fim de formarem a sua opinião sobre o que poderia estar acontecendo em nosso município.

Ilhabela, apesar de ser a cidade considerada mais “rica” dentre as demais que integram o Litoral Norte por conta da fatia generosa dos royalties que recebe, não tem anunciado grandes obras, grandes investimentos, focando mais na realização de eventos culturais on-line e em ações relacionadas ao Fundo Social de Solidariedade durante a pandemia mas os investimentos na área da saúde ficarão na cidade. Nada é temporário.

E então, nossos leitores nos questionam, com frequência, a cada notícia sobre as outras cidades: “E Ubatuba??” E eis que nossa resposta já se tornou padrão: “A Prefeitura de Ubatuba não adotou medidas como essa para que divulgássemos”.

Simples assim. Não cabe a um veículo de comunicação justificativas e explicações se não a recebemos para repassar.