Para refletir

A corrente do bem

Por: Turma do Haroldo
July 11, 2020, 7 a.m.

 

O mesmo tipo de pensamento e de trabalho que nos trouxe até aqui não vai nos levar até onde realmente queremos e podemos ir.
A mudança é a nossa maior aliada e, no entanto, muitos indivíduos, muitas corporações e comunidades resistem a ela, justificando suas estratégias atuais com o sucesso que desfrutam agora.
Mas os que vivem, estão acordados e possuem o dom da coragem, sabem da necessidade de uma nova e contínua abordagem completamente diferente para produzir um novo nível de sucesso profissional e pessoal, não só para si, não só para o próximo, mas para a humanidade.
Mas é difícil para quem já se acostumou com as coisas como elas são. Mesmo que sejam ruins ou boas é difícil mudar, é melhor se acomodar. Então as pessoas desistem. Quando isso acontece todo mundo sai perdendo. É difícil, não dá para planejar, você precisa observar mais as pessoas, ficar de olho nelas protegê-las. Nem sempre a gente sabe o que precisa.
É a grande chance de consertar uma coisa que não seja a sua bicicleta.
DÁ PARA CONSERTAR UMA PESSOA.
O ultimo discurso de “Trevor” no filme “A Corrente do Bem”.

“Acorda, você vive”.
Peixinho Haroldo.