- Foto: Divulgação

COVID-19

Ubatuba realiza treinamento de equipe de hospital de campanha contra a Covid-19

Mais de 60 profissionais atuarão na estrutura, que terá um total de 40 leitos

Por: Redação
July 4, 2020, 7 a.m.

 

A Prefeitura de Ubatuba está finalizando os detalhes para entrega do hospital de campanha para o tratamento de pacientes suspeitos ou confirmados para Covid-19, que funcionará no Centro de Convenções do município. A estrutura montada segue todas as orientações preconizadas pelo Ministério da Saúde, pela Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Nesta quinta-feira, 2, começaram os treinamentos da equipe que atuará no hospital. São cerca de 60 profissionais, entre enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos, fisioterapeutas, médicos intensivistas, equipe de higienização, auxiliares de farmácia, além de controladores de acesso e equipe administrativa, como técnicos de informática e recepcionista. As capacitações são feitas em turmas pequenas para evitar aglomeração.

O hospital de campanha somente receberá pacientes referenciados pela Santa Casa, ele não será porta aberta. “Vamos ter 38 leitos de média e baixa complexidade e dois leitos de UTI para receber os pacientes de média complexidade da Santa Casa e manter somente os pacientes graves na Santa Casa”, explica o prefeito de Ubatuba, Délcio Sato (PSD).

Para ser atendido no hospital de campanha, o paciente passará por atendimento médico na Santa Casa, onde serão feitos os exames necessários, inclusive a coleta para realização do teste PCR para Covid-19, enviado ao Instituto Adolfo Lutz, e só depois de indicação clínica e médica ele será transferido para o hospital de campanha.

O contrário também pode acontecer, conta Olivia Samersla, do departamento de Especialidades da secretaria de Saúde de Ubatuba: “Se um paciente no hospital de campanha de repente apresentar uma piora clínica, os leitos de UTI disponíveis serão utilizados para fazer uma reversão do quadro dele e, se for preciso, até entubar. De lá, esse paciente será transferido imediatamente para a Santa Casa ou para outra UTI da região”.

“Teremos também um serviço de ambulância de suporte básico e avançado para caso necessitemos transportar um paciente que vai ficar no hospital de campanha”, acrescenta Samersla.

 

Equipe especializada

 

Todos os profissionais de saúde que atenderão no hospital têm experiência com doenças infectocontagiosas. O treinamento é ministrado em parte pela empresa contratante e também por profissionais da secretaria de Saúde, todos com especialização.

A capacitação atende aos protocolos do Ministério da Saúde, Fiocruz e OMS e vai de quinta-feira a domingo. Serão abordados diversos aspectos como higienização, cuidados com material biológico e material infectante, além de manejo de pacientes com doença infectocontagiosa.

A equipe da Vigilância em Saúde continuará a realizar seu trabalho de captação de casos suspeitos na Santa Casa. Além disso, a Vigilância também integra uma equipe da secretaria municipal de Saúde que irá acompanhar o funcionamento do hospital de campanha, a evolução dos casos e as altas, entre outros aspectos.

Fonte: Secretaria de Comunicação / PMU