- Foto: Divulgação

Caraguatatuba

Idosos acima de 60 anos são as maiores vítimas da Covid-19 em Caraguatatuba

Por: Redação
July 3, 2020, 7 a.m.

 

Apesar das diversas campanhas indicando os idosos como o grupo mais vulnerável à Covid-19, muitos ainda duvidam e circulam na rua sem os devidos cuidados e prevenção em relação à doença. Esse grupo de risco tem sido o mais atingido em Caraguatatuba.
Relatório da Secretaria de Saúde aponta que dos 34 óbitos ocorridos na cidade, 26 são de idosos acima de 60 anos, ou seja, mais de 75% dos casos.
O índice de mortalidade em todos os países em que houve casos da Covid-19 é maior no grupo acima de 60 anos e isso aumenta mais na faixa etária entre 70 e 79 anos.

Como o idoso deve se prevenir?
O chamado grupo de risco, como idosos, deve adotar as mesmas medidas de prevenção já conhecidas, como distanciamento social, uso de máscaras, constante higienização das mãos, limpeza e desinfecção de alimentos e ambientes e o mais importante, utilizar a Rede de Apoio (pedir ajuda de amigos, vizinhos, filhos para situações em que necessitar sair).
Importante salientar que as pessoas que precisam entrar nas casas onde moram idosos devem ter muito cuidado também, pois o vírus pode ser introduzido no ambiente por elas sem saberem.
Se a pessoa adquirir o vírus somente fica doente depois de dois dias e muitos sequer apresentam sintomas, o que se torna perigoso para os grupos de risco.
A rede hospitalar em Caraguatatuba está preparada para atender a todos, mas este vírus é muito rápido em debilitar as pessoas mais idosas e, muitas vezes, não dá tempo nem do tratamento fazer efeito.

Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba