Plano São Paulo

Ubatuba se mantém na fase laranja do Programa de Flexibilização da economia

Por: Redação
June 13, 2020, 7 a.m.

 

Ubatuba, assim como as demais cidades do Litoral Norte vai continuar por mais 15 dias na fase laranja do Plano São Paulo, o programa de flexibilização da economia elaborado pelo Governo do Estado. O anúncio foi feito pelo governador João Doria, durante coletiva no início da tarde de quarta-feira (10).

Os municípios da Diretoria Regional de Saúde de Taubaté (DRS-17), onde está inserida a cidade de Ubatuba, enquanto o número de casos de Covid-19, não for estabilizado nessa região, a cidade não poderá seguir para a próxima fase de flexibilização e assim, continuam na Fase 2 (laranja) do Plano São Paulo.

Apesar do aumento da capacidade de atendimento hospitalar em cidades litorâneas como Caraguatatuba e São Sebastião, os novos índices semanais de avanço do coronavírus levaram o Estado a elevar o alerta em praticamente todo o interior paulista.

O Litoral Norte, que faz parte da região do Vale do Paraíba continua, a partir de segunda-feira (15) na fase laranja, que é a de controle.

Dessa forma, segue permitida a abertura com restrições de imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio tal como já autorizados por decretos municipais. Nada muda por enquanto.

A cor de cada região no mapa foi definida por critérios como taxa de ocupação de UTIs, total de leitos a cada 100 mil habitantes e números de casos, mortes e internações por Covid-19.

Desde abril, as projeções do Estado já apontavam que a contaminação estava mais acelerada no interior do que na capital. Com os últimos dados do Plano SP, o Governo decidiu ampliar restrições a atividades econômicas não essenciais em cinco regiões. Araraquara e Bauru voltaram da fase 3 (amarela) para a 2 (laranja), enquanto que as áreas de Ribeirão Preto, Barretos e Presidente Prudente voltaram à etapa 1 (vermelha) de máxima restrição.

Na capital e demais regiões – Araçatuba, Campinas, Franca, Marília, Piracicaba, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté (na qual o Litoral Norte está incluído) – que estavam na fase 2 de retomada restrita desde o início do mês, houve estabilidade na maioria dos índices. Todas permanecem na mesma classificação até a próxima atualização de painel do Plano SP, prevista para o próximo dia 17.

“Há uma tendência em todo o interior de evolução da pandemia e o momento de controle, ao mesmo tempo que na Região Metropolitana de São Paulo, Baixada Santista e Vale do Ribeira a gente registra essa desaceleração”, acrescentou o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.