- Foto: Divulgação / PMC

Caraguatatuba

Estrutura hospitalar criada em Caraguatatuba para combate ao coronavírus ficará à disposição da população após pandemia

Por: Redação
June 8, 2020, 7 a.m.

 

Ao contrário de muitas cidades do Brasil que utilizaram hospitais de campanha para o combate ao novo coronavírus - que após a pandemia serão desativados, a Prefeitura de Caraguatatuba optou em adaptar a sua estrutura (remanejando secretarias e ampliando espaços) para que os leitos e respiradores adquiridos fiquem também a disposição da população após a pandemia.
As ações fazem parte do Plano de Contingência da Saúde criado no início de março por determinação do prefeito Aguilar Junior.
A primeira fase do plano foi imediata criação/adaptação de 39 leitos exclusivos para o combate à Covid-19 dentro da Casa de Saúde Stella Maris. São sete leitos de UTI com respiradores, 20 leitos de Enfermaria Adulto e 12 leitos de Enfermaria Pediátrica. Esses leitos já estão em funcionamento desde março.
Recentemente, o prefeito Aguilar Junior colocou em funcionamento a 2ª fase do Plano de Contingência da Saúde, com a liberação de leitos na UPA Centro, que foi totalmente reformada e adaptada para atender, neste momento, pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19 e ainda àqueles com síndromes gripais. São 80 leitos (entre Enfermaria e Observação) e 12 respiradores para os casos de emergência.
A ideia é que estes leitos sejam usados para monitorar e estabilizar pacientes para que sejam transferidos para a Casa de Saúde Stella Maris ou Hospital Regional somente em casos de extrema gravidade.
Paralelo a isso, já estão em funcionamento na cidade e serve como retaguarda da cidade mais 20 leitos de UTI com respiradores e 10 leitos de Enfermaria dentro do Hospital Regional de Caraguatatuba, que neste momento atende pacientes com suspeita ou confirmados de Covid-19.
“Montamos as estruturas e espero que não haja necessidade de usarmos. Mas se precisarmos, todos os equipamentos estarão prontos para salvar vidas”, disse o prefeito Aguilar Junior.
Segundo ele, o Plano de Contingência foi pensando para que houvesse economia e que a estrutura pudesse ficar à disposição da cidade após a pandemia. “Por isso pensamos na criação de leitos na estrutura já existente da UPA Centro e fizemos as adaptações na Santa Casa”, explica.

Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba