Ilhabela

Prefeitura de Ilhabela denuncia crimes de falsidade ideológica e estelionato relacionados ao cartão alimentação

O cartão alimentação integra o programa “Ilhabela Unida pelo Trabalhador”

Por: Redação
June 2, 2020, 7 a.m.

 

A Prefeitura de Ilhabela denunciou na manhã da sexta-feira (29), os crimes de falsidade ideológica e estelionato, relacionados ao cartão alimentação do programa “Ilhabela Unida pelo Trabalhador”.
Um homem e uma mulher procuram o setor responsável pela emissão dos cartões do programa, alegando a perda do cartão e portando um B.O. eletrônico. Além do B.O, apresentaram o R.G do homem, neste momento o funcionário da prefeitura, observou que a foto do documento não se tratava da mesma pessoa.
O documento apresentado era do ex-marido da mulher, que foi chamado no Paço Municipal para pegar o R.G perdido. Apenas quando chegou à Prefeitura soube do verdadeiro motivo: A ex-mulher extraviou o seu documento e tentava pegar o seu benefício do cartão “Ilhabela Unida pelo Trabalhador”.
A Policia Militar foi acionada e encaminharam os envolvidos para a Delegacia do município, onde prestaram depoimentos e deverão responder pelos crimes de falsidade ideológica e estelionato.
Para denúncias de fraude ou de compras indevidas no cartão denuncie número: 12- 99206-8432.

Cartão Ilhabela Unidade pelo Trabalhador
O cartão alimentação do programa “Ilhabela Unida pelo Trabalhador”, foi criado pela Prefeitura de Ilhabela e aprovado pela Lei 1.416/2020, para socorrer os trabalhadores do município afetados pela crise do Covid-19. Cada contemplado do programa receberá durante três meses o valor de um salário mínimo (R$1.045,00), para a compra de alimentos, gás e medicamentos.

Fonte: Prefeitura de Ilhabela