Gastronomia

Pão quentinho em casa

Por: Chef Roberta
May 30, 2020, 7 a.m.

Não é primeira vez que dou receita de pão e não é para menos, o pão é um dos alimentos mais comuns em nossa cultura. O que é mais gostoso no café da manhã do que um pão com manteiga e um cafezinho? E no lanche da tarde, acrescentamos um ovo mexido, trocamos o café por um chá quentinho para espantar o frio, mas o pão está lá. E para jantar, uma sopa deliciosa com croutons, que são pedacinhos de pão grelhados com azeite.

Sim, ele pode estar em tudo e não há mal nenhum, desde que consumido com moderação e consciência. Com ou sem glúten, são as suas necessidades que vão dizer, o que importa é que quanto "mais caseiro", mais saudável e quanto mais saudável, melhor.

E se pudermos aproveitar os legumes da safra para fazer esses pães mais nutritivos? Com certeza, muito melhor.

Para esse mês e o próximo, temos com fartura abóbora, batata doce, cará, inhame, mandioca e mandioquinha, todos ficam uma delícia na massa do pão, vamos lá?

 

Pão de legumes

 

Ingredientes:

1 saquinho fermento seco biológico

2 colheres de sopa de açúcar mascavo

1/2 xícara de água morna (ou leite ou leite vegetal)

2 ovos

1/2 xícara de óleo (uso de girassol)

1 colher de sopa de óleo de coco (ou manteiga)

2 xícaras de legumes cozido e amassados (meu último foi de mandioquinha)

1 colher chá de sal

2 xícaras de farinha integral (opcional, pode usar somente branca se quiser)

Farinha branca até dar o ponto (+/- 400g, mas depende da farinha ser mais ou menos seca)

 

Modo de preparo:

Em uma tigela, coloque o fermento, a água morna e o açúcar mascavo, misture e deixe descansando por 10 minutos, para ativar o fermento. Depois, acrescentar os ovos, os óleos e o legume amassado, misturar bem. Junte a farinha integral, o sal e a farinha branca aos poucos. Quando não der mais para mexer com a colher, comece a mexer com a mão e vá acrescentando farinha branca aos poucos, sovando (amassando) bem a massa, até que fique uniforme, homogênea e macia. Uma boa dica é a massa ficar ainda um pouquinho "grudenta", pois se secar demais, o pão pode ficar pesado.

Cubra a tigela com um pano limpo e deixe descansando para a massa crescer, como está um pouco frio, tente colocar no lugar da casa que é mais quente. Após +/- 1 hora e meia, a massa terá dobrado de tamanho, então coloque em uma superfície enfarinhada. Eu gosto de fazer bolinhas, tipo "bisnaguinhas", rende em média 50 bisnaguinhas, mas pode dividir em 4 e abrir com o rolo, pois rende em média 4 pães médios. Cubra os pães novamente e deixe crescer por mais 30 minutos, pincele gema de ovo batida em cima dos pães. Asse em forno pré-aquecido por 35 minutos ou até ficarem dourados.

E ele pode ser doce? Sim!

Se usar abóbora japonesa na massa, por exemplo, acrescente 1/2 xícara de açúcar também na massa. Não pincele ovo, deixe sem nada e enquanto assa os pães, faça uma calda com 1/2 xícara de leite de coco, 50g de coco ralado e 1/2 xícara de açúcar refinado (basta misturar, não precisa ir ao fogo). Após estarem assados, retire os pães do forno, jogue a calda por cima e volte-os no forno por mais 10 minutos, para "dourar" um pouquinho o coco e pronto!

 

Se for muito, congele, tire a noite e deixe descongelando na geladeira para o dia seguinte, aqueça no forno antes de consumir e parecerá que foi feito na hora.

São dicas valiosas, que valem a pena e deixam nossos dias mais perfumados.

 Bom apetite e ótimos pães!

 scaneie o QR code abaixo para ver mais receitas direto no seu celular, basta abrir sua câmera como se fosse tirar uma foto dessa imagem.