Ilhabela

Prefeitura de Ilhabela analisará nesta quarta-feira a reabertura do comércio a partir de 1º de junho

Município aguardará pronunciamento oficial do governo estadual sobre possível flexibilização

Por: Redação
May 27, 2020, 7 a.m.

 

A prefeita de Ilhabela, Maria das Graças Ferreira dos Santos Souza, a Gracinha, informou na terça-feira (26), em transmissão ao vivo feita em canais oficiais da prefeitura, que analisará o anúncio oficial do governo estadual, na quarta-feira (27), para definir sobre a reabertura do comércio no arquipélago a partir de 1º de junho.
A prefeita, durante a transmissão feita ao lado dos secretários Gustavo Barboni (Saúde) e Bianca Colepicolo (Desenvolvimento Econômico e do Turismo), disse que é importante conhecer o teor oficial da decisão do governador João Dória, que fará pronunciamento por volta do meio dia, uma vez que a intenção da reabertura foi divulgada por portais de notícias, mas tiveram algumas informações desmentidas.
Gracinha Ferreira falou ainda que após tomar conhecimento do texto da decisão do governador, vai avalia-la com o comitê gestor de enfrentamento da crise provocada pela pandemia e secretários municipais. Só assim, definirá sobre a possibilidade de reabertura do comércio, atendendo todas as orientações da vigilância epidemiológica. A cidade já tentou flexibilizar o funcionamento do comércio, mas o Ministério Público se posicionou contrário à medida e o juizado local e o Tribunal de Justiça suspenderam a iniciativa, considerando-a um risco à população.
De acordo com as informações divulgadas pela imprensa, o governador pretende autorizar a flexibilização do funcionamento do comércio por alguns dias, mediante análise dos indicadores do isolamento social e do número de casos confirmados de Covid-19. A manutenção dessa decisão dependerá do não crescimento da doença. Portanto, segundo as fontes, a reabertura proposta pelo governador poderá vir a ser cancelada, se realmente confirmada e colocada em prática.
Como a principal condição para a reabertura do comércio é que as cidades tenham baixos índices da doença e da ocupação da estrutura de saúde, Ilhabela está em condições atualmente de ser contemplada. O arquipélago é a cidade com o menor número de casos confirmados do Litoral Norte. São 44 (até 25 de maio), sendo que desse total apenas nove continuam em tratamento e os demais estão recuperados. O município não tem nenhum paciente de Covid-19 internado e não registrou nenhuma morte por coronavírus.
 
Restrição mantida
A prefeita Gracinha Ferreira antecipou que a restrição na travessia da balsa será mantida, mesmo que ocorra a reabertura do comércio. Autoridades do município acreditam que a restrição na balsa e o isolamento social são os principais responsáveis pelo sucesso do trabalho de enfrentamento à proliferação da pandemia.
A retomada do comércio também não altera o programa criado pela prefeitura, Ilhabela Unida pelo Trabalhador, que já socorreu com R$ 7 milhões em torno de 6,5 mil pessoas com cartão de R$ 1 045,00 e com Auxílio Aluguel Emergencial, no valor de R$ 960, 00, entregue a 300 pessoas vítimas da pandemia. Ilhabela está investindo, por três meses, mais de R$ 24 milhões nesse programa.

Fonte: Prefeitura de Ilhabela