Gastronomia

Dia Mundial Vegano

O veganismo não é uma dieta e sim o conjunto de ações em todos os aspectos da vida que demonstra recusa ao sofrimento dos animais.

Por: Chef Roberta
Nov. 2, 2019, 7 a.m.

O Dia Mundial Vegano foi estabelecido em 1994 por Louise Wallis, então presidente da Vegan Society da Inglaterra, a instituição vegana mais antiga do mundo, a que oficializou e cunhou o termo “vegano”. Louise estabeleceu que todo dia 1º de novembro seria comemorado o Dia Mundial Vegano justamente no aniversário de 50 anos da Vegan Society, criada em 1944.

O que é o veganismo e quem são os veganos?

O veganismo não é uma dieta e sim o conjunto de ações em todos os aspectos da vida que demonstra recusa ao sofrimento dos animais. Os veganos, como são chamados os que praticam o veganismo, tem uma alimentação vegetariana, ou seja, nada de origem animal entra no cardápio. Isso inclui todos os tipos de carnes, todos os laticínios, ovos, mel e tudo que tenha em sua origem o sofrimento de algum animal. Nenhum produto de origem animal é livre de sofrimento e é por isso que os veganos não os consomem.

Receitas lindas, criativas, saborosas e saudáveis são a marca da culinária vegana, mas a filosofia vai muito além da cozinha. Veganos não apoiam ou colocam o seu dinheiro em nada que envolva sofrimento, inclusive de outros seres humanos. Circos com animais, roupas com peles de animais – incluindo couro –, rodeios, cosméticos e produtos de higiene testados em animais, produtos sabidamente produzidos por trabalhadores em condições desumanas e tantos outros itens estão fora da vida de uma pessoa vegana.

Pode parecer complicado a quem ouve falar nisso pela primeira vez, mas com um pouco de boa vontade, pesquisa e foco nas vítimas (os animais), qualquer pessoa pode se tornar vegana. Não há limitação de classe social, gênero ou idade. Basta que haja informação e vontade.

O que comer?

Pessoas que adotam o veganismo em suas vidas, ao contrário do que muitos pensam, comem muito bem e de forma variada. Existem centenas de alimentos naturalmente veganos como arroz, feijão, legumes, hortaliças, castanhas, frutas e muitos outros. Há também pratos tradicionais que não têm nada de origem animal em suas receitas originais. É o caso de muitas receitas árabes, brasileiras, italianas, mediterrâneas e orientais.

Para essa edição, separei algumas dicas para um bom Churrasco Vegano, vamos lá?

Churrascos são momentos tensos na vida de uma pessoa que não come carne. É a hora em que todo mundo vai fazer mil perguntas sobre sua dieta, em que a gente vai se deparar com carne sendo assada em grandes quantidades e, também, em que a gente pode ficar sem opção do que comer.

Mas não precisa ser assim, a solução para tudo é ter jogo de cintura...

Bem, começando do começo, uma boa entrada para o churrasco é a Salada de Maionese.

Ingredientes

- 4 batatas descascadas e fervidas até ficarem macias

- 1 xícara ervilha

- 1 xícara milho

- 1 xícara cenoura cortada em mini cubinhos e cozida

- 1 xícara vagem cortada em rodelinhas bem finas e cozida

- 1 xícara palmito cortado em mini cubinhos

- maionese vegana a gosto *

- limão a gosto

- sal a gosto

- azeitonas verdes e ramos de salsinha para finalizar

Modo de preparo

Misture tudo com delicadeza

Dica: Sirva com batata palha de sua preferência.

Maionese Vegana

Ingredientes

- 1 xícara de leite vegetal (pode ser qualquer um, não fica com o sabor característico)

- ½ alho

- suco de 1 limão

- 2 xícaras de óleo de canola ou até o liquidificador começar a patinar

- sal a gosto

Modo de preparo

Bata o leite, o alho e o limão no liquidificador, coloque o óleo aos poucos. Depois de pronta, acrescente o sal.

Espetinhos veganos

Os espetinhos para assar, nada mais são do que legumes. Corte os legumes em pedaços grandes para não cair do espeto, depois coloque em uma travessa grande com azeite, shoyo, sal, manjericão, orégano e outros temperos que você quiser. Deixe marinando por 2 horas e asse na churrasqueira.

Sugestões de legumes Cebola, abobrinha, tomate, berinjela, batata doce, cenoura.

Uma outra opção deliciosa é a Abóbora Inteira. Uma abóbora japonesa pode ser colocada inteira, fechada na churrasqueira e após 2 horas, corte em "gomos". Estará linda, macia e pronta para ser servida, podendo ser consumida pura ou então com temperos a gosto, como azeite, ervas finas, coentro e sal.

E a Sobremesa? Sim, nós temos... Basta empanar um abacaxi inteiro em açúcar com canela e colocar na churrasqueira, deixe por 15 minutos ou até ficar douradinho (por causa do açúcar caramelizando). Retire, corte em rodelas e sirva ainda quentinho.

Dica Fica delicioso servido com sorvete de frutas ou de banana com cacau.

O mais importante na vida é ser feliz, seja vegano ou não, então, ótima semana a todos e sejam felizes!

Fonte: vista-se.com.br, sejavegano.com.br e https://escolhaveg.com.br/

 

Escaneie o QR code abaixo para ver mais receitas direto no seu celular, basta abrir sua câmera como se fosse tirar uma foto dessa imagem.