Educação

Ser Criança...

Por: Alessandra Soares Ramiro
Oct. 12, 2019, 7 a.m.

 

Estamos na semana em que se comemora o Dia das Crianças.  O mercado está movimentado, as prateleiras das lojas cheias esperando os pequenos e as famílias se organizam para presentear os filhos, desde o mais simples que podem presentear com um chocolate ao que pode dar um presente caro. Crianças amam ganhar presentes, independente quais sejam e quando ele é oferecido nas datas corretas sem trocas como “se comer, se obedecer, ganha presentes”, não se torna prejudicial, pelo contrário, é uma forma de externar carinho.

Mas, muito além do que dar presentes, será que nós, pais, temos sido presentes na vida dos filhos?

O tempo com qualidade vem acontecendo entre as famílias?  Tempo para dialogar, orientar, brincar, sem pensar nos afazeres?

Brincar para a criança é tão importante quanto o trabalhar para o adulto. Assim como não podemos deixar o trabalho, as crianças não podem deixar de brincar. Esse tempo é preciso para que desenvolvam várias habilidades e fazem a criança ser mais feliz.

Nos dias de hoje temos visto crianças com tantas responsabilidades que não possuem tempo para realmente serem crianças.

Uma criança feliz é aquela que se sente amada, acolhida, segura em seu contexto familiar, que não queimam etapas, vivem realmente a idade que tem.

É importante refletirmos que existe uma ordem, e tudo que sai dessa ordem, vira uma desordem!

Nós nascemos e temos a fase da infância, pré-adolescência, adolescência, e logo nos tornamos adultos cheios de responsabilidades.

A vida passa muito rápido e a fase da infância é muito pequena para não permitirmos que as crianças vivam essa fase tão linda assim como ela é: pura e cheia de vida!