- Foto: Divulgação

Educação

O empreendedorismo na escola e o impacto que fará na formação para a vida

Por: Alessandra Soares Ramiro
Sept. 28, 2019, 7 a.m.

 

Muitas coisas vem mudando no mundo em que vivemos. Se pararmos para pensar, em poucos anos passamos por mudanças gigantes: a economia mudou, os trabalhos convencionais se reinventam a cada dia e nem conseguimos imaginar as mudanças que virão daqui para frente. Nunca houve uma necessidade tão grande de incentivar a criança e o jovem a serem protagonistas da sua própria história.

O índice de desemprego em nosso país é imenso, os impactos da tecnologia em nosso meio tem feito com que empregos convencionais sejam trocados por máquinas, grandes empresas demitem milhares de funcionários diariamente e nesse mundo globalizado que muda todos os dias, cada vez mais a escola precisa trazer ao contexto escolar a visão empreendedora de forma que o aluno adquira habilidades e capacidades para serem líderes de suas escolhas e tenham uma mente pensante para conseguirem se reinventar à medida que o contexto deles exijam na vida adulta.

Quem pensaria que iria usar o seu carro para prestar serviços através do Uber, alugar o seu espaço no Airbnb, arrecadar dinheiro por uma causa online, que de um celular e um notebook possibilitaria trabalhar de qualquer parte de mundo, que não precisaria de uma empresa física para ganhar dinheiro?

Muitas coisas mudaram nos últimos anos e na educação, o tempo que os alunos passam dentro do espaço escolar, aprender os conteúdos curriculares para esse mundo que muda todos os dias é o suficiente?

Ao saírem das escolas, os alunos terão que enfrentar esse mundo de mudanças constantes e prepara-los é papel fundamental da educação.

O empreendedorismo na escola é mais do que ensinar uma pessoa a ganhar dinheiro, é fazer com ele adquira habilidades para compreender as mudanças, aproveitar oportunidades e ter a capacidade de se reinventar para que isso venha impactar e transformar a sua vida, a vidas das pessoas e sociedade.